Alexandria Big Data: a revolução dos institutos de pesquisa de mercado

Alexandria Big Data: a revolução dos institutos de pesquisa de mercado

A startup Alexandria Big Data, um braço do Instituto de Pesquisa IDEIA Big Data está sendo vista como o “Uber das empresas de pesquisa”. O alto investimento em tecnologia fez com que os estudos de mercado do instituto fossem feitos de maneira 100% online, via aplicativo.

Com um conceito de pesquisa através de crowdsourcing, o Alexandria realiza levantamentos com alcance de amostragens até 800 mil pessoas de todo o Brasil. É a maior base de dados do país quando se trata de empresas de pesquisa mobile.

A ideia do mobile crowdsourcing é que cada um dos pesquisados dá um pedaço de percepção da realidade, resultando no cenário dos levantamentos. Para garantir a consistência das respostas, a startup cruza a amostragem com dados de Big Data.

O uso da tecnologia permite um cruzamento massivo de dados em tempo real, fazendo com que pesquisas que demorariam meses, fiquem prontas em horas. A capilaridade e o alcance também são maiores neste modelo e apresentam um melhor custo/benefício para as empresas contratantes.

Segundo a percepção de quem atua com pesquisa, o entrevistado é sempre mais sincero em um aplicativo do que quando tem um pesquisador na sua frente fazendo perguntas. O usuário que participa da pesquisa é remunerado, pode escolher quando e onde deseja responder. Isso dá mais legitimidade às respostas.

Há um ano a Alexandria está no mercado oferecendo esse tipo de pesquisa e neste período a empresa teve crescimento de mais 100% no faturamento.

2019-01-31T18:21:44-02:00